O Brasil, diferente do que vinha apresentando nos últimos anos, teve um aumento bastante considerável no número de idosos, e por isso novas técnicas de tratamento de saúde precisaram ser implantadas, como a Fisioterapia em Gerontologia.

Praticada por profissionais de especializados em geriatria, a fisioterapia em gerontologia é responsável pelo tratamento exclusivo aos idosos, onde desde 2017, esse tipo de tratamento é regulamentado pelo COFFITO (Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional).

Com isso, o objetivo da Fisioterapia em Gerontologia é proporcionar uma qualidade de vida mais saudável para a população idosa, com a finalidade de proporcionar vida longa e mais autonomia as atividades do dia a dia.

Mas, quais são os outros benefícios da Fisioterapia em Gerontologia? E que tipo de tratamentos ela está inserida?

Benefícios da Fisioterapia em Gerontologia

O principal benefício da Fisioterapia em Gerontologia é promover o bem estar dos idosos, fazendo com que as atividades do dia a dia possam ser mantidas apesar do avanço da idade.

Com o envelhecimento, é normal o desgaste e envelhecimento das articulações motoras, e para quem sempre foi ativo, fica complicado ter que abandonar as suas atividades por conta da idade.

Mas, com a aplicação da Fisioterapia em Gerontologia é possível reabilitar o idoso de forma funcional, dentro de suas potencialidades e necessidades, sempre levando em consideração cada tipo de paciente.

Ou seja, esse tipo de técnica de saúde médica está ligado a restabelecer as funções físicas, psicossociais, cognitivas e emocionais do idoso, sempre com uma abordagem humanizada, levando em consideração particularidades do processo de envelhecimento do idoso.

Fisioterapia em Gerontologia agregado a outros fatores

E quais fatores a Fisioterapia em Gerontologia podem ser agregados? O principal deles seria as atividades físicas.

É importante envolver os idosos em atividades que ajudem os mesmos a se sentirem melhor, onde também ela possa conhecer o próprio corpo e quais os limites durante o tratamento.

Toda essa prática de exercício físico deve ser feita por meio de orientação de um profissional qualificado, pois como sabemos o idoso tem as suas limitações, e exercício que uma pessoa adulta pratica jamais deve ser indicada para um paciente com limitações físicas.

E, quando esse exercício físico é implantando de forma correta, consegue minimizar os riscos de desenvolvimento de doenças, sendo também uma ajuda terapêutica em outros problemas que possam surgir com o passar dos anos.

Classificação da Fisioterapia em Gerontologia

Por ser um instrumento completo, a Fisioterapia em Gerontologia pode ser dividida da seguinte maneira:

Fisioterapia em Gerontologia – Respiratória

Uma das doenças mais comuns em idosos é a pneumonia, e isso acontece devido ao sistema imunológico ser mais frágil, e por isso qualquer gripe, se não cuidado de forma correta, pode acarretar problemas mais graves.

Neste caso, a função da Fisioterapia em Gerontologia é verificar a existência de um comprometimento pulmonar, seja ele agudo ou crônico, com o uso de:

  • Técnicas de reexpansão torácica;
  • Reeducação respiratória;
  • Fortalecimento da musculatura expiratória;
  • Controle da manutenção da função pulmonar.

Identificando esses problemas, o profissional vai indicar exercícios específicos, como alongamento e fortalecimento muscular que melhore as funções cardíaca e pulmonar, visando a saúde do idoso.

Fisioterapia em Gerontologia – Neurológica

No caso de tratamentos para disfunções neurológicas, o objetivo da Fisioterapia em Gerontologia é fazer com que o paciente possa ter maior independência motora apesar dos problemas neurais apresentados.

Neste caso entra os idosos que foram acometidos por AVC (Acidente Vascular Encefálico), Doença de Parkinson e Mal de Alzheimer, onde é preciso trabalhar o fortalecimento muscular e as mobilizações articulares, para manutenção da saúde das articulações.

Fisioterapia em Gerontologia – Ortopédica

Com o passar dos anos é normal ocorrer um desgaste das articulações, provocando artroses, artrites e osteoporoses.

Neste caso, a função da Fisioterapia em Gerontologia é promover um tratamento logo na fase inicial da doença, proporcionando um controle da dor e a inflamação com o uso de exercícios físicos.

Além disso, em pacientes que apresentam osteoporose, é implantada técnicas de controle de equilíbrio, pois qualquer queda pode causar fraturas graves, prejudicando a saúde do idoso.

Fisioterapia em Gerontologia – Hidroterapia

Também como parte do Fisioterapia em Gerontologia, a hidroterapia é indicada na reabilitação e prevenção de doenças em idosos.

Isso porque, dentro da água, o paciente consegue ter o peso reduzido devido a gravidade, permitindo a realização de exercícios aeróbicos com mais facilidade.

No final, o idoso conseguirá sentir uma redução da dor, aumentando sua autoestima e confiança.

Fisioterapia em Gerontologia – Preventiva

A última indicação para o uso do tratamento com Fisioterapia em Gerontologia está ligada a área de prevenção.

Com o aumento da expectativa de vida dos idosos, existe um interesse maior no controle de doenças infectocontagiosas e crônico-degenerativas.

Por isso, antes do surgimento de qualquer doença citadas acima, se o paciente foi inserido previamente a prática de exercício físicos etc., poderá evitar a chegada de doenças como diabetes, AVC, hipertensão etc.

Conclusão sobre Fisioterapia em Gerontologia

Assim, chegamos à conclusão de que a Fisioterapia em Gerontologia ainda é um setor que pouco é falado, mas está inserido na sociedade idosa brasileira sem que ela perceba.

Estima-se que até 2042 o Brasil tenha cerca de 57 milhões de idosos, segundo o IBGE, e como a expectativa de vida é cada dia maior, novas técnicas médicas de preservação da saúde precisam ser implantadas.

Ou seja, não se pode apenas buscar ajuda quando o problema aparecer, e sim atuar de forma preventiva, com a finalidade de controlar as doenças patologias crônicas que afetam a saúde física, tendo como objetivo promover uma reinserção social mesmo aos idosos.

Portanto, a Fisioterapia em Gerontologia é primordial para a manutenção da função do idoso e para melhorar sua qualidade de vida como um todo, onde nesta fase da vida é importante atenção e cuidados a mais.

Atualizado dia 04/05/2020 as 19:00 horas

Benefrida A. Soares
Fisioterapeuta
Crefito 23301.